Por posts homofóbicos, Kevin Hart desiste do Oscar

Nesta sexta-feira (7), o humorista Kevin Hart, que estava escalado para apresentar o Oscar 2019, desistiu da oportunidade após tweets antigos, com teor homofóbico, gordofóbicos e até contra o próprio filho, foram descobertos e “viralizaram” uma onda contra o ator.

Em 2015, em uma entrevista para à Revista Rolling Stone, Kevin afirmou que um de seus maiores medos era o de seu filho se tornar gay, e que ele faria o que pudesse para impedir isso.

“Um dos meus maiores medos é meu filho crescer e ser gay. Isso é um medo. Mas, atenção, não sou homofóbico… Seja feliz. Faça o que quer fazer. Mas eu, como um macho heterossexual, se puder evitar que meu filho se torne gay, assim o farei”, afirmou.

Na madrugada desta sexta, o ator pediu desculpas a comunidade LGBT, no Twitter, afirmando que deixaria de apresentar o Oscar 2019, que acontece em 28 de fevereiro.

“Tomei a decisão de desistir de apresentar esta edição do Oscar. Isso porque não quero ser uma distração em uma noite na qual devemos celebrar tantos artistas talentosos. Eu, sinceramente, peço desculpas à comunidade LGBTQ por minhas palavras insensíveis no passado”, disse.

“Desculpe se magoei pessoas. Estou evoluindo e quero continuar Leia a notícia completa

Fechar Menu

Fique por dentro!

Receba nossas novidades direto no seu email!
QUERO RECEBER!
Fechar
Fique por dentro!